Lula, com patrimônio de R$7,4M declarado, nega frustração de ser considerado ‘pobre’

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao país africano de Angola, surpreendentemente se auto-denominou como “pobre”, referindo-se ao valor de seu patrimônio declarado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que soma R$ 7,4 milhões. Lula, que discursou sobre a relação bilateral de Brasil e Angola e sobre o papel da imprensa nas democracias, fez também alusões à Operação Lava-Jato que, segundo ele, lhe deu um “atestado de pobreza”.

Em tom crítico, Lula afirmou abertamente que discorda da cobertura midiática dada à operação Lava-Jato no Brasil, foco de grande polêmica e investigações envolvendo corrupção. Referiu-se especificamente à popular revista brasileira Veja, insinuando que os angolanos seriam influenciados por uma visão distorcida promovida pela referida publicação: “Eu sei que aqui vocês liam a revista Veja”.